terça-feira, 30 de maio de 2017

As enchentes em toda Alagoas 2017

CHUVAS CASTIGAM ALAGOAS - DECRETADO ESTADO DE EMERGÊNCIA PELA PREFEITURA E GOVERNO DO ESTADO

CHUVAS CASTIGAM VÁRIOS MUNICÍPIOS DE ALAGOAS, CONTABILIZADOS SETE MORTOS E CENTENAS DE DESABRIGADOS

As chuvas destruiram casas, escolas, pontes e deixou centena de desabrigados, além de sete mortos.




Depois de um dia ensolarado mais previsão de chuvas fortes para quinta e sexta feira. 
Os desabrigados carecem de roupas abrigos, água e toda a sorte de ajuda da população. As ações sociais já começam a ser implantadas, no sentido de minorar os prejuízos e o sofrimento daqueles que perderam suas casas, familiares e tudo que tinham.
Em meio a tanta tristeza e tanta desolação o sertanejo comemora as chuvas no sertão. A chuva para o sertanejo é símbolo de vida, de fartura, de riqueza. É a esperança de dias melhores.
fonte:
https://www.youtube.com/results?search_query=CHUVAS+EM+ALAGOAS+2017

quinta-feira, 18 de maio de 2017

ESCÂNDALOS ENVOLVENDO O PRESIDENTE LEVA POVO À RUA

QUEM SERÁ O NOVO PRESIDENTE DO BRASIL ?

Nascido em Tietê, interior paulista, Michel Miguel Elias Temer Lulia tem ascendência árabe. Católica, sua família saiu de Betabura, na região de El Koura, norte do Líbano e chegou ao Brasil em 1925. Foi no interior que o pai de Temer, Miguel, começou os negócios da família ao instalar uma máquina de beneficiamento de arroz e café na região. Aos 16 anos, Temer deixou o interior e, acompanhado de seus seis irmãos, seguiu para a capital paulista. Ali, cursou o ensino médio aos 16 anos e, em seguida, foi aprovado para a Universidade de São Paulo (USP), onde se formou advogado. Na Pontifícia Universidade Católica (PUC), tornou-se doutor e dirigiu o curso de pós-graduação.

Michel Temer assume a presidência da República em novembro de 2016  até dezembro de 2018
Em pronunciamento, Temer disse que seu compromisso é “resgatar a força da economia e recolocar o Brasil nos trilhos”. Ele rebate acusações da oposição.Poucas horas depois de confirmada a decisão do Senado pelo impeachment de Dilma, Michel Temer tomou posse como presidente da República EM 1º de novembro de 2016. Temer também convocou uma reunião ministerial, em que prometeu rebater as acusações dos aliados de Dilma e repreendeu o próprio partido, pedindo unidade nas tomadas de decisões.
Michel Temer acompanhou julgamento na residência oficial, ao lado de ministros mais próximos. Assim que saiu o resultado, ele foi para o Palácio do Planalto, onde às 15:30 recebeu a notificação da decisão do Senado.No Congresso, correria para deixar tudo pronto para a posse. Muitos metros de tapete vermelho foram colocados por onde passaria o novo presidente. Integrantes do PMDB já aguardavam com bandeirinhas. Perto das 16:30 Michel Temer chegou ao Congresso, mas não subiu a rampa, como é o costume. Entrou pela chapelaria e foi logo cercado, mal dava para andar. O presidente seguiu junto com os presidentes do Senado, da Câmara e do Supremo Tribunal Federal até o gabinete da presidência do Senado. De lá, para o plenário lotado de parlamentares e convidados.
A passagem de Temer pelo Brasil foi conturbada uma vez que para os petistas a ex presidente Dilma Russef havia sofrido um golpe e Michel Temer não era considerado o representante legal. Muitos Movimentos foram organizados no sentido de destituí-lo do cargo.
Em muitas ocasiões Temer afirmou que não ia interferir na lava jato e fez a indicação do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para ocupar a vaga de Teori Zavascki no STF. Seu governo vem sendo marcado com constantes escândalos culminando nas acusações de que ele estaria envolvido com com recebimento de propinas e ameaças aos presos e delatores..O bate-boca ocorreu nas escadarias, enquanto os deputados gritavam "Fora Temer".
Molon e integrantes do PT estão pedindo o impeachment do presidente Temer.
Hoje, com as denuncias proferidas contra o Presidente da República Michel Temer e o Senador Aécio Neves,  o encerramento da sessão do Plenário da Câmara dos Deputados, na qual estava em votação a Medida Provisória 755/16, que inclui novos casos de repasse de recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) a estados e municípios, independentemente de convênio ocorreu de forma tumultuada. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, encerrou os trabalhos e convocou sessão não deliberativa para esta quinta-feira. Os debates em torno do noticiário sobre novas denúncias relacionadas à Operação Lava Jato envolvendo o presidente Michel Temer precipitaram o encerramento da sessão do Plenário da Câmara dos Deputados.
Diante de gritos da oposição de “Fora Temer”, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerrou a sessão na Casa, que votava a Medida Provisória sobre recursos do Fundo Penitenciário. Visivelmente irritado, Maia desceu as escadas da tribuna e teve um bate-boca com o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ). Cercado, Maia disse que não dava mais para trabalhar diante do tumulto. Essa foi a forma de impedir que os parlamentares da oposição fizessem discursos contra Temer. O bate-boca ocorreu nas escadarias, enquanto os deputados gritavam "Fora Temer", enquanto Molon e integrantes do PT estão pedindo o impeachment do presidente Temer.

Diante das denuncias e da pressão  Temer afirma categoricamente: "EU NÃO RENUNCIO"
Fontes: 
https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=8042960790463186618#editor/target=post;postID=4559880798138257751
http://www.bandab.com.br/jornalismo/maia-encerra-sessao-da-camara-apos-denuncia-nao-tem-mais-clima-para-trabalhar-so-isso/

terça-feira, 16 de maio de 2017

17 DE MAIO DIA DAS TELECOMUNICAÇÕES

FATOS E NOTÍCIAS SOBRE A ORIGEM E EVOLUÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES
Origem das telecomunicações tem como marco a invenção do Telégrafo elétrico criado por Samuel Morse, nascido em  Charlestown no ano de 1791 Começou os seus estudos na Academia Phillips, de Adover, e terminou-os em 1810, na Universidade de Yale, e, mais tarde, interessou-se pelo estudo de física e de química, embora a pintura o tenha atraído desde a adolescência. Mais tarde, aos catorze anos, começou a interessar-se pela electricidade. Esta última atrai-o muito, mas apenas como forma de estudo. Ainda na época de colégio, Morse escreveu uma carta aos pais dizendo que queria se tornar um pintor. Os pais, preocupados com o futuro do filho, preferiram transformá-lo num vendedor de livros em Charlestown. Desse modo, Morse passou a vender livros de dia e a pintar à noite. Ante a persistência do artista, os pais decidiram mandar o filho para Londres para que estudasse arte na Academia Royal Arts em 1811 com o conceituado pintor em Benjamin West.         
Ainda na época de colégio, Morse escreveu uma carta aos pais dizendo que queria se tornar um pintor. Os pais, preocupados com o futuro do filho, preferiram transformá-lo num vendedor de livros em Charlestown. Desse modo, Morse passou a vender livros de dia e a pintar à noite. Ante a persistência do artista, os pais decidiram mandar o filho para Londres para que estudasse artes na Royal Academy em 1811 com o conceituado pintor em Benjamin West.
             
O Telégrafo

             Telégrafo original de Morse
Em 1825 Morse estava na Cidade de Nova Iorque realizando um retrato de Lafayette, na ocasião do início da pintura um mensageiro a cavalo chegou trazendo notícias de seu pai que dizia, "Sua querida esposa está convalescente". No dia seguinte Morse recebe outra carta de seu pai detalhando que a sua esposa sofreu uma morte súbita. Morse deixa então o retrato inacabado e retorna para New Haven. Após este fato de desencontro de notícias Morse decide explorar meios de conseguir uma comunicação de longa distancia.[7] A partir de 1832 começa a desenvolver um tipo de telégrafo com fio.um retrato de Lafayette, na ocasião do início da pintura um mensageiro a cavalo chegou trazendo notícias de seu pai que dizia, "Sua querida esposa está convalescente". No dia seguinte Morse recebe outra carta de seu pai detalhando que a sua esposa sofreu uma morte súbita. Morse deixa então o retrato inacabado e retorna para New Haven Após este fato de desencontro de notícias Morse decide explorar meios de conseguir uma comunicação de longa distancia. A partir de 1832 começa a desenvolver um tipo de telégrafo com fio.
Alexander Graham Bell (Edimburgo - 3 de março de 1847 — Beinn Bhreagh, 02 de agosto de 1922) foi um cientista inventor e fundador da companhia telefónica Bell. Embora historicamente Bell tenha sido considerado como o inventor do telefone, o italiano Antonio Meuci foi reconhecido como o seu verdadeiro inventor, em 11 de junho de 2002, pelo Congresso dos Estados Unidos, através da resolução N°. 269. Meucci vendeu o protótipo do aparelho a Bell nos anos 1870. 
A primeira empresa de Telefonia do Brasil foi criada por D. Pedro II em 1979 e fincionava no Rio de Janeiro.
Datas mais importantes que contribuíram para a evolução dos meios de comunicação:
  • 1840 - Samuel Morse registra a patente do telégrafo elétrico. Baseado em um código binário de pontos e traços (o chamado Código Morse), mensagens eram enviadas rapidamente a grandes distâncias. A repercussão foi imediata, em pouco tempo o mundo todo estava utilizando o telégrafo.
  • 1850 - Um cabo submarino construído no canal da mancha liga França e Inglaterra para transmissões telegráficas.
  • 1866 - O primeiro cabo submarino transatlântico para transmissões telegráficas é construído ligando Europa à América! Um grande avanço, diminuindo a distância geográfica entre países.
  • 1865 - No dia 17 de maio é fundada em Paris a União Telegráfica Internacional. Na década de 30, transforma-se na União Internacional de Telecomunicações (UIT).
  • 1876 - Alexander Graham Bell registra a patente do telefone. A invenção do telefone foi revolucionária, o aparelho contém um microfone que converte as ondas sonoras (voz humana) em impulsos elétricos.
  • 1879 - D. Pedro II autoriza o funcionamento da primeira Empresa de Telefonia no Brasil. Os primeiros telefones começam a funcionar na cidade do Rio de Janeiro.
  • 1890 - Heinrich Hertz fez mais uma descoberta importantíssima: as ondas eletromagnéticas! 
  • Que permitiu futuramente a invenção do rádio! Tornou-se extremante popular depois da primeira guerra, era o início da era de ouro do rádio!
  • 1922 - Primeira transmissão radiofônica no Brasil.
  • 1926 - Inglaterra e os Laboratórios Bell, nos Estados Unidos, apresentam pela primeira vez a televisão.
  • 1950 - Assis Chateaubriand foi o responsável por trazer a televisão para o Brasil. O primeiro programa da TV brasileira aconteceu no dia 18 de Setembro, e foi transmitido pela TV Tupi.
  • 1958 - Com o objetivo de impulsionar a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico e militar nasce a ARPA – Advanced Research Projects Agency – que precursora da Internet.
  • 1976 - Steve Jobs apresenta o primeiro computador pessoal, o “Apple Computer”.
  • 1978 - A telefonia móvel celular é ativada no Japão. As estações de telefone móvel são interligadas entre si, por cabos de fibra ótica ou por ondas de rádio terrestres e o sinal recebido pelo telefone móvel vem dessas estações.
  • 1993 - Moisac, o primeiro grande navegador gráfico é apresentado ao público.
  • 1995 - A Rede Mundial de Computadores, a internet, é implantada no Brasil.
Para saber mais sobre a história do computador pessoal e do surgimento da internet, o site da Discovery desenvolveu uma multimídia muito bacana.
Fontes: http://www.smartkids.com.br/data/17-maio-dia-internacional-das-telecomunicacoes
https://pt.wikipedia.org/wiki/Alexander_Graham_Bell

17 DE MAIO- DIA MUNDIAL CONTRA A HOMOFOBIA

Dia Internacional contra a Homofobia é celebrado em 17 de maio. A data foi escolhida lembrando a exclusão da homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 17 de maio de 1990, oficialmente declarada em 1992
 17 de Maio é dia Internacional contra a Homofobia, Lesbofobia e Transfobia 
LGBTI
Transviado. Pervertido. Anormal. Doente. Estes termos utilizados contra os homossexuais já tiveram suporte da medicina, com direito a “tratamentos” que incluíam castração, hipnose, choques elétricos e lobotomia, mas deixaram de fazer sentido há 25 anos. Em 17 de maio de 1990, a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou o homossexualismo de seu rol de distúrbios mentais, deixando de considerar essa tendência como um desvio e, ao mesmo tempo, abolindo o termo (já que, na área de saúde, o sufixo “ismo” caracteriza uma condição patológica). Assim, dizer que a homossexualidade é vício, tara ou algo doença a ser curada passou oficialmente à categoria de ignorância e preconceito. E, por isso, 17 de maio foi declarado o Dia Internacional de Combate à Homofobia, quando pessoas de todo o mundo se mobilizam para falar de diversidade e tolerância.
“O fato de tirar esta experiência humana da condição de doença é algo que ainda merece ser comemorado”, afirma Benedito Medrado-Dantas, doutor em psicologia social, que pesquisa sexualidade e masculinidades na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Para Benedito, contudo, não se pode olhar só para as conquistas ocorridas desde então. “Este é um marco importante, que só ocorreu pela pressão de um movimento forte. Porém, as pessoas tendem a achar que não há mais problemas, que não é necessário discutir o assunto. O fato é que vivemos no Brasil um momento de retrocesso. Às vezes é mais fácil lidar com a homofobia explícita, do que quando ela acontece de forma cortês”, alerta.
A legislação brasileira não considera a homossexualidade como um crime desde 1830 (ao contrário do que ainda acontece em diversos países, como pode ser visto no gráfico abaixo), mas a violência e o preconceito são pautas centrais do movimento LGBT. Segundo especialistas, ainda há uma espécie de “pena de morte” não-oficial imputada a muitas destas pessoas, que sofrem com a falta de amparo familiar e governamental e com dificuldades de inserção no mercado de trabalho.
Entre 2011 e 2012, Roberto Efrem, que é professor de sociologia da Faculdade de Direito da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), realizou a pesquisa “Corpos Brutalizados”, levantando crimes ligados ao ódio contra homossexuais na Paraíba e em Pernambuco. Ele destaca que ambos estão entre os cinco Estados brasileiros onde mais se mata por homofobia. “As políticas públicas para o segmento são muito precárias e, em especial, os crimes contra travestis e transexuais impressionam pela brutalidade. É como se tivessem que ser exterminados da sociedade. Uma das vítimas levou mais de 30 facadas”, relata o pesquisador.
A situação dos transexuais e travestis é atualmente um paradoxo dentro da realidade do movimento LGBT brasileiro, por ainda serem considerados portadores de um “desvio” de personalidade. “A decisão da OMS desestigmatizou toda uma população ao declarar que a homossexualidade não é doença, mas essa questão ainda é discutida no que diz respeito aos transexuais”, conta Roberto Efrem. A batalha deste segmento, que é visto de forma estereotipada e enfrenta maior rejeição do público heteronormativo, ainda tem muito o que avançar. Ao contrário do que acontece em outros países, no Brasil eles precisam se declarar “doentes” para obter tratamento médico e adequação para seu “transtorno”.
Em 2013 foi arquivado um polêmico projeto na Câmara dos Deputados, que com apoio da bancada religiosa tentava suprimir uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) e assim permitir tratamentos de “reversão” e “cura”. A proposta gerou protestos e foi vista como retrocesso por psicólogos e outros profissionais da área de saúde, que temiam que os pacientes, por pressão da família ou de setores religiosos, se submetessem a tratamentos sem base científica. A tendência do CFP, aliás, é encarar a homofobia e não a homossexualidade como doença, especialmente nos casos que envolvem medo, repulsa, violência e empobrecimento da vida e do comportamento social.
http://www.geledes.org.br/hoje-na-historia-17-de-maio-e-dia-internacional-contra-a-homofobia-lesbofobia-e-transfobia/#gs.v8vzA_g

16 DE MAIO - DIA DO GARI - ELES SÃO RESPONSÁVEIS PELA LIMPEZA DE SUA CIDADE.






ORIGEM DAS PALAVRAS GARI E MARGARIDAS

A palavra gari teve origem através do francês Pedro Aleixo Gari que, durante o Império, assinou com a Corte brasileira o primeiro contrato de limpeza urbana no Brasil. Aleixo costumava reunir no Rio de Janeiro, cidade onde morava, funcionários para limpar as ruas após a passagem de cavalos, o que nessa época era muito comum. 
Os cariocas  sempre mandavam chamar a "turma do Gari" para limpar os estercos deixados pelos cavalos e o lixo jogado nas ruas. Aos poucos  a população da cidade associou o sobrenome de Aleixo Gari aos funcionários que cuidam da limpeza das ruas. Assim, o nome gari se espalhou para o restante do País. Em homenagem a ele a Comlurb mantém em Campo Grande, no Rio de Janeiro, uma fábrica de utensílios para limpeza urbana que leva o nome de fábrica Aleixo Gari.



IMPORTÂNCIA DOS GARIS E MARGARIDAS PARA A LIMPEZA PÚBLICA
No início da década de 70, havia carência de mão-de-obra masculina em São Paulo para serviços de varrição, já que os melhores profissionais eram requisitados pelas empresas responsáveis pela construção do metrô. Daí a necessidade a ampliação dos serviços de limpeza, tendo José Mauro Porto, diretor de Operações da Vega incluído as mulheres no serviço da limpeza pública, tendo a margarida sido indicada como símbolo dessas guerreiras que cuidavam da limpeza pública. A mídia e a sociedade em geral aceitaram - e elogiaram - o ingresso da mulher na nova atividade profissional junto com seu apelido de trabalho. 

A VEGA foi pioneira no novo mercado para as mulheres, que desde então se dedicam à atividade com interesse, merecendo o respeito dos pedestres que passaram a ter um motivo a mais para evitar sujar as ruas e manter a cidade limpa.

A palavra lixo é proveniente do latim lix, que significa cinza ou lixívia, ou do verbo lixare, que significa polir, desbastar, arrancar o supérfluo.


Os mais diversos serviços públicos e particulares do mundo utilizam-se do mesmo código de cores para identificar materiais componentes da fração seca do lixo, como papéis e papelão, metais, vidros e plásticos. 
É importante essa conscientização se separação de tipos de lixo, uma vez que o lixo pode representar emprego e renda, além de diminuir os resíduos lançados nos lixões o material reciclado pode se transformar em matéria prima para embalagens e outros produtos.


Fonte:ww.vega.com.br/DicasCuriosidades.html
https://www.google.com.br/#noj=1&q=fotos+de+garis+e+margaridas

quinta-feira, 11 de maio de 2017

DELEGADA LUCY MONICA RIBEIRO RABELO, REPRESENTA A POLÍCIA CIVIL E AS MULHERES DE ALAGOAS


                                                    Foto: Emerson Lima
Delegada Luci Mônica foi nomeada secretária adjunta da SSP de Alagoas em 16 de abril de 2016. Integrante da segurança pública desde 2002, a delegada Luci Mônica acumula experiências em diferentes segmentos na capital e no interior do estado. Foi delegada dos Municípios de Roteiro, Barra de São Miguel, Messias e Maceió atuou no combate ao crime organizado, na Delegacia da Mulher – onde participou da inauguração da segunda unidade da capital alagoana –, na gestão da delegacia do Benedito Bentes, além da diretoria de Estatística de Armas e Informática da Policia Civil.

Mais que integrar forças no combate à criminalidade, Alagoas lidera um momento de transformações na área de Segurança Pública com a posse, nesta segunda-feira, dia 18 de abril de 2016. Foi a primeira delegada do Estado no cargo de secretária adjunta. Com metas traçadas e um plano estratégico já definido, ao mesmo tempo em que garante mais voz e representatividade ao gênero feminino. 

Ex-delegada geral adjunta, a delegada Lucy Mônica acumula experiências adquiridas  em 14 anos de atividades na  Delegacia Geral e durante a gestão na Secretaria da Segurança Pública defendia a proposta de um  trabalho integrado entre as forças policiais, integrando as Polícias Civil e Militar e ainda o Corpo de Bombeiros e a perícia oficial, objetivando combater com mais eficácia o crime organizado, a impunidade e assegurar a aplicação da Lei.

A Dra Lucy Mônica, ilustre Sergipana, há 14 anos erradicada no estado de Alagoas, por força da profissão que abraçou, foi agraciada no dia  28 de abril de 2017 com a Medalha Tavares Bastos e o título de cidadã honorária do Estado de Alagoas.
Foto: Emerson Lima
A Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas entregou, durante sessão solene realizada na tarde desta sexta-feira (28), o título de cidadã honorária e a comenda Tavares Bastos à delegada e secretária-adjunta de Segurança Pública, Luci Mônica Ribeiro Rabelo, em virtude dos relevantes serviços prestados ao Estado de Alagoas. Na oportunidade, o autor dos dois projetos de resolução, o deputado Dudu Hollanda (PSD), fez um discurso emocionado, agradecendo o apoio dos colegas de parlamento.


Inesperadamente, a Dra. Lucy Mônica foi surpreendida com a notícia de que havia sido exonerada do cargo de Secretária Adjunta da Secretaria de Segurança Pública. 
É desconcertante o fato da pessoa ser destituída de um cargo sem aviso prévio, diferentemente da forma como é colocada naquele mesmo cargo para servir o estado e a sociedade.    

Fonte:
http://www.agenciaalagoas.al.gov.br/noticia/item/2816-delegada-luci-monica-assume-como-secretaria-adjunta-da-ssp-de-alagoas
http://www.correiodosmunicipios-al.com.br/2017/04/deputado-dudu-holanda-homenageia-delegada-luci-monica-com-cidadania-alagoana/