domingo, 17 de junho de 2012

COMIDAS TÍPICAS DAS FESTAS JUNINAS - RECEITAS


                                            COMIDAS TÍPICAS JUNINAS

Segundo pesquisas realizadas por vários estudiosos e historiadores as comemorações juninas tiveram origem na época pré-gregoriana, onde os povos festejavam a fartura das colheitas , no solstício de verão. Era uma festa pagã em agradecimento a fertilidade da terra e era realizada no dia 24 de junho.
Outra explicação para os festejos juninos é a versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de joanina.
Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho, pipoca. Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época: arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais.

Nas festas juninas tradicionais da igreja Católica Apostólica Romana as quermeses, são realizadas pelas igrejas em comemoração aos santos: Antonio, o casamenteiro, São João e São Pedro e nas barracas podem ser encontradas grandes variedades de comida. Em algumas regiões, o Mané-pelado é tradicional. Trata-se de um bolo feito de mandioca crua, ralada. Podemos encontrar também nas quermeses: paçoquinha, feita de amendoim torrado, maça do amor, que é uma maçã mergulhada em um palito, em uma calda de açúcar de cor vermelha; bolo de côco, cachorro quente, quentão, feito com cachaça, canela e gengibre.

Como Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, são comuns as simpatias para mulheres solteiras que querem se casar. No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz a tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.

Mungunzá, mugunzá, ou mucunzá como é chamado pelo povo do santo é o nome da comida ritual votiva, pertinente aos orixás oxalá, oxaguian, oxalufan e o ikise lembarenganga, tanto no candomblé como na umbanda.
A etimologia do nome dada pelo dicionário Aurélio é de mucunzá, do quimbundo mu’kunza, ‘milho cozido’ de origem africana. O mungunzá é um prato doce feito com grãos de milho (geralmente branco) cozidos em água ou leite ou leite de coco. Algumas variantes do preparo incluem uma pequena quantidade de "água de flor de laranjeira". O prato é geralmente servido com bastante caldo, porém em rituais para os orixás ele é servido de forma bem compactada como o chamado ebô.
No centro-sul do Brasil o prato é chamado de canjica e preparado principalmente para as comemorações de Festa junina.
Mungunzá
500g de milho de canjica
1 litro de leite
1 vidro de leite de coco
1 lata de leite condensado
2 pedaços de canela em pau
1 colher de café de sal
Modo de fazer
Prepare a canjica: Cate a canjica para retirar grãos estragados, pedrinhas e outras sujeiras. Depois lave bem numa peneira e ponha de molho a noite toda numa tigela com água o suficiente para cobrir todos os grãos e passar mais uns 2 a 3 dedos. No dia seguinte quando fôr cozinhá-la, acrescente mais água se achar necessário. A água deve cobrir a canjica e ainda sobrar uns 2 dedos quando estiver na panela.
Cozinhe a canjica: A canjica pode ser cozida em panela de pressão, ou numa panela grande comum.
Panela de pressão: Ponha a canjica na panela com a água em que estava de molho e acrescente mais se fôr necessário. Tampe-a, segundo as instruções do fabricante, e cozinhe por 20 minutos desde o começo. Comece com fogo algo e no meio do cozimento, quando a panela começar a fazer barulho, abaixe o fogo. Depois de 20 minutos, retire-a do fogo, ponha na pia embaixo da torneira e deixe correr um fio de água fria sobre a tampa. Quando a panela esfriar um pouco e perder a pressão, abra-a com cuidado.


Receitas de Pamonha

As receitas mais tradicionais de pamonha são preparadas com milho verde, leite e sal ou açúcar. O doce pode ser comprado em muitos lugares e você também pode prepará-lo em casa sem muita dificuldade. A massa preparada com a mistura é colocada em um 'embrulho' feito com a própria casca do milho. A pamonha pode ser servida como sobremesa e ser usada como ingrediente em outras receitas. Em festas típicas ela é bem comum, mas você pode prepará-la em diversas ocasiões, afinal o doce é bem gostoso.
Canjica de Milho verde
Esta receita está no seu livro de receitas
Ingredientes
Tempo de preparo 30min
Rendimento 20 porções
  • 20 espigas de milho verde
  • 1 kg de açúcar
  • 1 xícara de manteiga ou margarina
  • 1 caixa de creme de leite
  • 5 litros de leite
  • Sal a gosto
  • 1 coco
  • Canela a gosto
Modo de Preparo
1.     Descasque o milho e corte, passe o milho no liquidificador com o leite
2.     Esprema em um escorredor de macarrão
3.     Passe na peneira fina
4.     Misture todos os outros ingredientes, leve ao fogo brando, mexendo sem parar com uma colher de pau até abrir fervura
5.     Quando engrossar bater bem para não empelotar
6.     Depois de bater deixe cozinhar por 30 minutos, sempre mexendo
7.     Colocar nas travessas e colocar por cima canela em pó

MUNGUNZÁ


Tempo de preparo 30min

Rendimento 5 porções
INGREDIENTES:
2 cocos
4 xícaras de água fervendo
  • 500 g de milho branco
  • 2 xícaras de açúcar
  • 3 paus de canela
  • 6 cravos
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • Modo de Preparo
1.     Separe de véspera o milho branco e deixe de molho na água
2.     Rale os cocos e esprema, até obter um caldo grosso e reserve
3.     Despejar a água fervendo sobre o bagaço do coco, e esprema, assim terá um caldo fino
4.     Numa panela leve ao fogo o milho branco e o leite fino, e deixe cozinhar até o milho ficar macio (se necessário acrecente água para não deixar secar o caldo)
5.     Acrecente o leite de coco grosso e deixe cozinhar mais um pouco até virar um creme
6.     Tempere com açúcar, cravo, canela, sal e a manteiga
7.     Misture bem e sirva

PÉ DE MOLEQUE
O pé de moleque é um doce típico da culinária brasileira, feito a partir da mistura de amendoim torrado e rapadura.
A fabricação tradicional do doce se dá através da mistura de amendoins torrados e moídos que são posteriormente misturados a uma rapadura previamente derretida. A mistura é lentamente batida em fogo brando até atingir o ponto prévio à cristalização e rapidamente a mistura deve ser distribuída sobre uma superfície lisa e fria de pedra. A utilização de um tacho de cobre é desejável. Depois de resfriado o doce adquire a consistência macia que é característica do processo tradicional por incorporar o óleo do próprio amendoim macerado. Alguns grãos inteiros podem ser acrescentados à mistura.
Tal processo artesanal foi posteriormente substituído por outros similares, mais simples, ao se misturar o açúcar derretido com os amendoins torrados de modo a obter um pé de moleque bastante rígido (igualmente popular). Assim se pôde manufaturar o doce em maior escala mantendo um padrão industrial.

Ingredientes

Pé-de-Moleque

Rendimento: 20 porções
Ingredientes
  • 1 lata(s) de leite condensado
  • 500 gr de amendoim torrado(s)
  • quanto baste de manteiga
  • quanto baste de farinha de mandioca torrada para polvilhar
  • 500 gr de rapadura
Modo de preparar
Quebre a rapadura o máximo possível. Coloque no refratário, cubra e leve ao microondas por 5 minutos.
Adicione o leite condensado e leve ao microondas por mais 5 minutos. Adicione 400g de amendoim moído.
Bata bem a massa com uma colher até senti-la pesada e perder o brilho.
Despeje numa forma untada e polvilhada com farinha de mandioca. Espalhe o amendoim inteiro apertando com a espátula. Deixe esfriar para cortar.

Bolo Pé-de-Moleque com Massa de puba

Receita indicada por Ana Teresa Mariano

 Rendimento: 12 porções
 Ingredientes
2 unidade(s) de coco
600 gr de açúcar
5 gr de cravo-da-índia torrado(s)
5 gr de erva-doce torrada(s)
1 litro(s) de água quente
2 unidade(s) de ovo
2 unidade(s) de gema de ovo
1 colher(es) (sopa) de manteiga Mococa derretida(s)
500 gr de massa de puba
300 gr de castanha-de-caju torrado(s) e moído(s)
 
Modo de preparo
1) desmanche a massa na água;

sem alcool, nutritivo, que esquenta e, o melhor, light!! Para crianças e adultos
Ingredientes:
Coloque numa panela:
1 litro de água
1 pacote de gelatina zero açúcar de uva
1 pacote de gelatina zero açúcar de morango (ou alguma outra fruta vermelha)
Cravo e canela e um pedacinho de gengibre
Opcional: uma pitada de noz moscada
Dá uma mexida e deixa ferver. Depois coloca numa térmica e beba. Você vai amar. Fica um cheirinho desgraçado e gostoso de festa junina em casa :-)

QUENTÃO
  • Modo de preparo
Prep: 15 min | Cozimento: 25 min1.
1. Coloque o açúcar numa panela ou num caldeirão em fogo alto. Mexa e espere caramelizar. Acrescente a água para dissolver a calda. 
2. Junte os outros ingredientes e deixe ferver em fogo médio por 20 minutos. Ponha a cachaça por último e ferva por mais 3 minutos. 
3. Coe antes de colocar numa chaleira. Pode também ser servido no caldeirão, em conchadas. Nesse caso, não há necessidade de coar. 
Deixe perto do fogo para mantê-lo quente.
ARROZ DOCE
Arroz-doce, de origem turca ou árabe, também chamado arroz ao leite, é muito popular em Portugal, em São Tomé e Principe e no Brasil , mas é conhecido e consumido no mundo inteiro. Consiste de arroz de leite, podendo ser acrescido de leite condensado. Também pode-se usar diversos temperos, tais como canela, cravo,, raspas de casca de limão e outros.
O arroz doce foi trazido para o Brasil pelos portugueses. Na época da colonização, os lusitanos trouxeram a festa de São João para o Brasil e, com ela, algumas receitas típicas. Veja como fazer um autêntico arroz doce para sua festa junina.
Ingredientes:

Quatro xícaras (chá) de arroz cozido e sem tempero
Três xícaras (chá) de leite
Uma xícara (chá) de leite de coco
1 ½ xícara (chá) de leite condensado
Dois paus de canela
Canela em pó a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela, coloque o arroz, o leite e o leite de coco e deixe apurar no fogo médio por cerca de 15 minutos ou até reduzir parte do líquido. Acrescente o leite condensado, a canela, misture e deixe apurar por mais dez minutos ou até que comece a ficar cremoso. Despeje em uma travessa ou em taças e polvilhe a canela. Sirva gelado.

Na hora em que o arroz estiver finalizado, acrescente paçocas quebradas na panela e misture. Despeje-o em uma travessa ou em taças e cubra-o com uma camada de paçoca. Sirva gelado.

Rendimento: seis porções
Tempo de preparo: 25 minutos
Grau de dificuldade: fácil

Quentão light!!
  • 1 xícara de açúcar
  • 2 xícaras de água
  • 5 limões cortados em rodelas finas
  • Casca de 2 laranjas
  • 1/4 xícara de gengibre em pedacinhos
  • 4 cravos-da-índia
  • 3 pedaços de canela
  • 1 garrafa de cachaça

    CUSCUZ DE TAPIOCA
    Cuscuz de tapioca
    4 xicaras de farinha de tapioca
    3 xícaras de coco ralado
    4 colheres de sopa de açúcar
    2 colheres de cha de sal
     Misture os ingredientes e vá adicionando aos poucos a farinha de tapioca
    A massa está boa quando você conseguir fazer um bolinho com a massa. A massa vai ficar quebradiça.
    Coloque a agua na cuscuzeira. Unte a parte superior, coloque a massa e leve ao fogo por 15 minutos. Sirva quente. Regue com leite de coco e bom apetite


    Farinha de tapioca
    500 g de farinha de tapioca
    900 ml de leite
    200 ml de leite de coco
    ½ lata de leite condensado
    Coco ralado
    Rapadura ralada
    Coloque o leite,


    BOLO DE TAPIOCA
    500 g de tapioca
    1 litro de leite
    1 litro de agua
    3 ovos
    1 xicara de manteiga
    1 xicara de farinha de trigo
    I xicara de açúcar
    Sal – erva doce
    Leite de coco
    Bate os ovos até ficar espumosos
    Peneire açúcar

    receitas.com › doces e sobremesas › bolo de tapioca
    Bolo de Tapioca 
    ingredientes
    ·         500g de tapioca YOKI
    ·         200g de côco ralado
    ·         2 Litros de leite
    ·         2 Colheres de sopa de margarina
    ·         2 Xícaras de açúcar
    ·         1 Caixa de creme de leite
    ·         100g de côco queimado
    modo de preparo
    Ferva o leite quente e misture-o aos outros ingredientes, sempre mexendo. Coloque numa forma molhada com água coloque na geladeira até esfriar.
    Cobertura: coloque 3 gemas, 1 lata de leite condensado e 1 lata de creme de leite. Faça uma papinha e jogue-a por cima do bolo. Em seguida adicione os 100g de côco queimado por cima. Depois leve até a geladeira por 5 horas para desenformar.

    Pudim de Tapioca

    ·  ingredientes

    Pudim de tapioca

    ·         . 2/3 de xícara (chá) de tapioca
    ·         . 2 xícaras (chá) de leite desnatado
    ·         . 1 garrafa de leite de coco (200 ml)
    ·         . 3 ovos
    ·         . 1 xícara (chá) de leite em pó desnatado
    ·         . 4 colheres (sopa) de açúcar
    ·         . 1/2 coco ralado
    ·         . 1 pitada de sal

    Calda

    ·         . 1 colher (sopa) de açúcar
    ·         . 1/3 de xícara (chá) de água

    modo de preparo

    Preparo da calda: Coloque o açúcar e a água no fundo de uma forma de 20 cm de diâmetro com buraco no meio. Leve ao fogo até virar uma calda caramelizada. Reserve.

    Preparo do pudim: Deixe a tapioca de molho no leite desnatado por 15 minutos e reserve. Bata no liquidificador, em velocidade máxima, o leite de coco, 2 gemas, 1 ovo inteiro, o leite em pó, o açúcar, o coco ralado, o sal e a tapioca. Em uma batedeira, bata as claras com 1 pitada de sal até obter picos firmes. Junte à mistura da tapioca. Aqueça o forno em temperatura alta. Despeje a mistura na forma previamente caramelizada. Leve ao forno em banho-maria por 1 hora, ou até que fique bem firme. Quando esfriar, desenforme. Sirva gelado.

    Vinho Quente
    vinho quente é quase uma unanimidade nos dias mais frios. Com esta receita você com certeza vai aquecer alguns corações e o seu ego, pois só receberá elogio!
    ·         1 1/2 xícara(s) (chá) de açúcar
    ·         quanto baste de canela em pau
    ·         10 unidade(s) de cravo-da-índia
    ·         1 unidade(s) de casca de laranja ralada(s)
    ·         1 unidade(s) de casca de limão ralada(s)
    ·         1 litro(s) de vinho tinto
    ·         1 xícara(s) (chá) de água
    ·         1 unidade(s) de maçã em cubos pequenos
    ·          
    ·         Ferva todos os ingredientes por cerca de 10 minutos até que os sabores sejam extraídos para o vinho. Sirva de preferência em canecas de barro e bem quente.

    Receita de Cuscuz Paulista
    Originalmente, o cuscuz é um prato típico da Argélia, na África. Veio para o Brasil com o escravos e aqui se transformou. Esta receita de cuscuz chamado de paulista ganhou características tão próprias que é considerado um outro tipo de prato, apesar de manter o nome. Com esta receita da Evelin você vai poder juntar a tradição com as facilidades do mundo moderno. Fica uma delícia e é feito rapidamente no microondas. Imperdível!!
    ·         1 lata(s) de molho de tomatever vídeo
    ·         1 copo(s) de água
    ·         1/2 copo(s) de óleo de milho
    ·         2 tablete(s) de caldo de galinha sem gordura
    ·         1 unidade(s) de pimentão verde picado(s)
    ·         1 unidade(s) de pimentão vermelho picado(s)
    ·         1 vidro(s) de palmito picado(s)
    ·         1 lata(s) de ervilha
    ·         1/2 xícara(s) (chá) de salsinha picada(s)
    ·         1 colher(es) (sopa) de molho de pimenta vermelha
    ·         2 unidade(s) de ovo cozido picado(s)
    ·         2 lata(s) de sardinha com óleo sem pele(s) e sem espinhas
    ·         50 gr de azeitona verde
    ·         2 1/2 xícara(s) (chá) de farinha de milho amarela
    ·         1 lata(s) de milho verde
    ·          
    ·         Retire o óleo da sardinha.
    Leve a água, o molho, o óleo, o caldo de galinha e os pimentões ao micro-ondas por 3 a 4 minutos na potência alta.
    Acrescente os demais ingredientes e leve ao micro-ondas por 6 a 8 minutos mexendo a cada 2 minutos.
    Coloque a pasta obtida em fôrma de anel untada e decorada. Pressione levemente e desenforme imediatamente. 

    Cuscuz Paulista


    Ingredientes
    Tempo de preparo 30min
    Rendimento 10 porções
    ½ xícara de chá de azeite
    1 cebola picada
    1 lata ou caixa de molho de tomate
    2 latas de água
    1 lata de ervilha
    1 lata de milho verde
    1 pimentão
    2 latas de sardinha ou atum
    cheiro verde á gosto
    sal e temperos á gosto
    1 caldo knorr do sabor preferido
    3 xícaras de farinha de milho grossa
    3 ovos cozidos
    Tomate para decorar
    Refogue no azeite, a cebola, o pimentão, azeitonas, ervilhas, milho verde, molho de tomate, cheiro verde, sardinha, os temperos e caldo knorr
    Coloque a água, deixe ferver, coloque a farinha de milho e cozinhe
    Unte a forma com azeite, e coloque os ovos, tomates, sardinha, por baixo
    Coloque a massa na forma, deixe esfriar, e desenforme 


5 comentários:

  1. essas receitas sao muito gostosas

    ResponderExcluir
  2. saoo muitoo massa essas receitass adoreii rsrsrsrsrs .

    ResponderExcluir
  3. Aproveite também as receitas de cuscuz paulista; cuscus de tapioca e um delicioso vinho quente.

    ResponderExcluir

Apple, Google, Microsoft

Loading...